DUPLA PARAIBANA, CAMPEÃO E VICE, DOMINA MÉDIAS NO CBSURF MASTER

Mesmo dividindo treinos com a organização do BT Surf Festival (Próximo final de semana na Baia da Traição), o paraibano Saulo Carvalho mostrou porque sempre figura entre favoritos do surfe Grand Master (+40) e nela só deixou de ser o campeão da etapa inaugural do CBSurf Master I em Ipojuca, PE, porque a regra de desempate pela maior nota favoreceu Pedro Lima, representante pernambucano, ambos com médias 13 pontos na final Grand Master da abertura do brasileiro de veteranos da Confederação.

No pódio Saulo Carvalho aproveitou para convidar todos a prestigiar o “BT Surf Festival”, evento de surfe inédito enquanto promoção da Prefeitura e da Secretaria de Esportes de Baia da Traição e conjugando as modalidades kitesurf e bodyboard no palco Praia do Forte.

E foi na mesma praia do Forte, primeira da reserva dos Potiguaras, que Fábio Gouveia venceu, em 1987, em sua última competição nas ondas da Baía da Traição, onde, cerca de um ano antes, vencera precocemente a Copa IV Centenário da Paraíba, aos 16 anos.

Fabinho, recentemente voltou à Baía da Traição para colher imagens para futuro programa em canal de assinatura o que também o levou à Califórnia.

Mesmo com múltiplas atividades (ele é também artesão de pranchas) e tendo inclusive realizado quinta-feira um “Work shop” em Recife, o paraibano tratou de vencer no CBSurf Master com média recorde a categoria Kahuna, sendo não só o melhor entre os acima de 45 anos mas também para isso superando os recordes de nota e média do sábado que foram do conterrâneo Saulo Carvalho.

“Minha primeira bateria do dia já foi bateria de final. Os competidores eram muito bons. A semifinal também, eu, Jojó (baiano de Olivença) e Otávio Lima (PB), três ex-competidores de circuito mundial”, declarou. Ele também quis presentear o estado, que concedeu a ele, em junho o título de Cidadão Pernambucano, recebido em junho. “Precisava honrar esse título. Estava doido para vir para o evento. Consegui um bom resultado e espero apagar a má performance que tive o ano passado” comentou, referindo-se à etapa do CBSurf Master Tour disputou em 2017, em Maracaípe,   na qual foi desclassificado ainda na segunda fase.

Grand Master

1° lugar – Pedro Lima (PE) – 13,00

2° lugar – Saulo Carvalho (PB) – 13,00

3° lugar – Júnior Rocha (RN) – 11.46

4° lugar – Klinger Peixoto (AL) – 9,20

Kahuna

1° lugar – Fábio Gouveia (PB) – 18,00

2° lugar – Jojó de Olivença (BA) – 12,10

3° lugar – Rogério Dantas (CE) – 11,93

4° lugar – Maurício Bandeira (PE) – 9,76

O resultado completo da etapa pode ser conferido no Surf Core

 

Foto Crédito Damangar

Fonte WSCOM

Notícias Relacionadas